Prestação de contas

Ética e transparência

O Itaú Unibanco figura entre os maiores bancos do mundo, com um valor de mercado superior a R$ 179, 6 bilhões ao final de 2010 e ações negociadas em três mercados – Bolsa de Valores de São Paulo (BM&FBovespa), Bolsa de Comércio de Buenos Aires (BCBA) e Bolsa de Valores de Nova York (NYSE). Por essa razão, a prestação de contas é um dos temas prioritários para a nossa gestão, sustentando-se sobre valores e princípios éticos e transparentes.

Ao longo de sua história, o Itaú Unibanco tem incorporado instrumentos de monitoramento e prestação de contas reconhecidos internacionalmente, como o Pacto Global, os Princípios do Equador, as diretrizes da Global Reporting Initiative (GRI), a UNEP Finance Initiative, o Carbon Disclosure Project, o GHG Protocol e a norma AA1000. Entre as iniciativas brasileiras, somos signatários do Pacto pela Erradicação do Trabalho Escravo e do Protocolo Verde. Nossas práticas de negócios observam os códigos de ética do setor financeiro e estão alinhadas às tendências indicadas pelo Dow Jones Sustainability World Index (DJSI) e pelo Índice de Sustentabilidade Empresarial da Bolsa de Valores de São Paulo (ISE BM&FBovespa), entre outras referências de mercado.

Em 2010, também consolidamos nossa adesão voluntária – por meio da gestora de recursos Itaú Asset Management – aos Princípios para Investimento Responsável (PRI, sigla em inglês para Principles for Responsible Investment), iniciativa da Organização das Nações Unidas (ONU) criada para nortear o mercado financeiro e de capitais na busca pelo desenvolvimento sustentável e pela integração dos temas ambientais, sociais e de governança na gestão das organizações. Desenvolvido em 2005, o PRI já conta com mais de 730 signatários em todo o mundo.

A organização também atua fortemente na prestação de contas, disseminando informações públicas com clareza, transparência e tempestividade. Em 2010, realizamos 22 reuniões públicas com mais de 2,5 mil participantes no Brasil, além de 19 encontros no exterior, que configuram um canal de comunicação importante para que investidores locais e internacionais possam entender melhor as práticas, políticas e estratégias do banco em suas decisões de investimento.

Mais transparência na comunicação com os clientes

O compromisso com a ética e a transparência é um dos valores do Itaú Unibanco. Para nós, um banco deve ser claro na sua relação com os clientes, informando procedimentos, tarifas e taxas, além de sempre orientá-los com relação a sua vida financeira.

Como parte dessa iniciativa, o banco está realizando uma reestruturação de seu material de comunicação – tanto interno quanto externo – para facilitar o entendimento das mensagens e informações. Alguns exemplos concretos dessa mudança:

Contratos e sumários: passamos a utilizar termos mais simples para facilitar a compreensão do público;

Extratos e faturas: substituímos termos técnicos, além de termos simplificado e traduzido a linguagem usada nesses documentos;

Vendas e produtos: revisamos processos e realizamos mudanças nos scripts.

Essas não são apenas mudanças pontuais, mas sim um esforço contínuo na melhoria da comunicação com o cliente.


Versão preliminar